chat

terça-feira, 8 de outubro de 2019

III Simpósio de Osteogênese Imperfeita














O  III Simpósio de Osteogênese Imperfeita e Doenças Osteometabólicas do Hospital de Clínicas do Rio Grande do Sul - RS. Aconteceu nos dias 2 e 3 de agosto. Entre os assuntos estão a avaliação e o registro de doenças ósseas e osteogênese imperfeita, com palestrantes da Itália e Argentina.




Comissão Organizadora:  
 Têmis Maria Félix
 Adriana Laybauer Silveira
Andressa Colares da Costa Otavio
1ª Mesa: “Avaliação das Doenças Ósseas”
Moderadora Temis Félix - RS
- Fisiologia do metabolismo ósseo (Mauro Czepielewski-RS)
- Avaliação da densidade óssea (Vanessa Radonsky -SP)
- Dor osteomuscular (Leonardo Botelho-RS)
 Mesa: "Registro de Doenças Ósseas"
Moderador: Juan Llerena Jr (RJ)
- Registro Brasileiro de OI (Têmis Félix-RS);
-Registro Europeu de OI (Evelise Brizola-Italia) ;
-Registro de ANOI (Maria de Fatima Benincaza-RJ);
-Registro Latino americano de Acondroplasia (Dra. Virgina Fano-Argentina);
-Registro de Raquitismo Hipofosfatêmico (Vanessa Radonsky -SP)
 
1ª Conferência: Estudo molecular de OI no Brasil (Liliane Todeschini Souza-RS)
Coordenador: Erlane Ribeiro (CE)
3ª Mesa: OI: características extra-ósseas
Moderador: Adriana Laybauer Silveira (RS)
OI e coração (Bruna Pinheiro-RS)
OI e pulmão (Simone Fagondes-RS)
OI e perda auditiva (Andressa Colares da Costa Otavio-RS)
OI e olho (Otavio Magalhães-RS)
OI e nutrição (Lilia Refosco- RS)
OI e dentes (Isabel Sasada- RS)
Qualidade de vida em OI (Ana Paula Vanz-RS)
 
4ª Mesa: Tratamento com bisfosfonatos (Renata Lago – BA)
Outros tratamentos medicamentosos (Soraya Sader-SP)
Controle do tratamento com marcadores de reabsorção óssea (Juan Llerena Jr)
 
2ªConferência: Consenso de Fisioterapia em OI (Evelise Brizola-Itália)
Coordenador: Ana Lucia Staub (RS)











































































































0 Comments:

Postar um comentário

Seja bem vindo a nossa associação!        Cadastro no Menu--->

ANOI existe oficialmente desde maio de 2017, mas vem representando as pessoas com OI desde ano 1999 com a denominação de ABOI o que possibilitou ampliar a nossa participação em várias ações, em eventos e congressos de associações, tem atuado com muita freqüência em parceria com outras associações de pacientes com doenças raras. Ultimamente, a ANOI vem se fazendo presente em audiências públicas, Fóruns e Comitês levando aos legisladores o conhecimento sobre a OI e suas reivindicações. Tem como missão lutar pela melhoria da qualidade de vida das pessoas com Osteogênese Imperfeita, o que significa essencialmente, produzir e divulgar informação de qualidade sobre a doença e seu tratamento, além de organizar os interessados para uma luta bem direcionada por seus direitos de cidadão.